vivendo e trabalhando em um motorhome

O que leva alguém a deixar a rotina de uma vida tradicional, sair de sua zona de conforto e ir morar em um motorhome, sem ter um endereço fixo? Um casal de norte-americanos responde a essa pergunta para nós.

Ao fazerem uma viagem pela América Central, os norte-americanos Emily King e Corey Smith ficaram deslumbrados com a diversidade de culturas e paisagens e começaram a discutir a viabilidade de ter uma vida nômade, de viver em uma van: como se adaptariam à vida sem endereço fixo, como sobreviveriam na estrada, como obteriam trabalho e renda para o sustento?

AGORA MEU ESCRITÓRIO É AQUI

Há dois anos e dois meses eles mudaram radicalmente de vida, abandonaram o trabalho em escritório fechado e se lançaram pelas estradas com um furgão VW Vanagon modelo 1987, com grandes adesivos onde se lê: "Onde está o meu escritório agora?".

Trabalhando com desenvolvimento web, eles conseguem se manter tranquilamente, custeando as despesas de viagens e manutenção de seu campervan com o que deixam de gastar em aluguel ou em financiamento imobiliário, impostos sobre propriedade, taxas de condomínio, manutenção e reforma de imóvel e despesas afins.

PERCALÇOS... E SURPRESAS BOAS

No site do casal que tem como título a frase exibida em seu veículo (where's my office now), Emily King relata ter tido alguns transtornos nessa nova vida, com a imprevisibilidade do humor climático, dificuldades com avarias na sua casa sobre rodas e até ferimentos, nada muito diferente do que pode acontecer com quem leva uma vida "normal".

Mas apesar disso ela comemora a felicidade pela conquista de novos clientes, novos amigos, o deslumbramento com "paisagens de beleza alucinante", além de encontrar outros viajantes com os mesmos sonhos e o mesmo estilo de vida.

LIBERDADE

Com o motorhome o casal pode se deslocar para onde e quando quiser, porque não importa onde estejam, eles tem tudo o que precisam para viver, podem estacionar o veículo em um lugar diferente cada dia, ter uma infinidade de quintais e de paisagens nas janelas, não precisam estar presos a um endereço, um rua, um bairro, uma cidade...

Ela afirma que enquanto o tempo passa e eles mergulham em novas aventuras, se convencem mais e mais que vale a pena viver desse jeito, eles estão deslumbrados com um mundo que não viam na televisão, com lugares tranquilos, pessoas pacatas, com qualidade de vida.

Quem acompanha aqui no Brasil as notícias cotidianas dos Estados Unidos percebe o quanto os americanos costumam viver estressados e amedrontados, o "terror" de que tanto fala a mídia de lá está enraizado nas mentes de milhões de seus cidadãos, mas a vida real descoberta por Corey e Emily em suas andanças não é bem assim, eles perceberam que ao contrário do que a tv faz parecer, existe gente feliz, vivendo tranquila, sonhando, se divertindo, sem o medo e a pressão a que estavam acostumados.

FLEXIBILIDADE

Imagine poder chegar a algum lugar com antecedência, poder tomar um banho relaxante, comer e dormir e quando o sol despontar no horizonte, dar aquela espreguiçada gostosa, levantar sem pressa e partir sem estresse para algum compromisso ou simplesmente abrir o notebook na própria motor-casa e começar a trabalhar. Imagine não ter que pegar táxi, ônibus, metrô... não depender de horários, itinerários e baldeações... E ainda poder levar com você o seu cachorro!

Assim é a vida do casal: eles podem inclusive levar seu escritório às portas de empresas para encontrar com seus clientes, não dependendo de meios de transporte convencionais, ou pararem seu "caracol" no estacionamento de algum centro de convenções, um café, um restaurante, para uma reunião, um encontro ou um almoço de negócios.

ACESSIBILIDADE

Com seu veículo robusto, porém de pequeno porte, eles podem acessar locais onde um motorhome de dimensões maiores dificilmente chegaria, transitar por ruas mais íngremes e mais estreitas e estacionar em espaços menores, claro que ao optarem pelo furgão em vez de um ônibus para transformar em autocaravana eles abriram mão de um bocado de espaço e de conforto, mas nada é perfeito nesta vida, estamos sempre tendo que fazer escolhas e quando decidimos por uma das opções que temos, impreterivelmente abrimos mão de outras.

CRESCIMENTO

Conhecer pessoas, lugares, costumes e coisas diferentes, desfrutar de contato com a natureza, ou enfrentar os riscos de pernoitar em pátios de postos de combustíveis, estacionamentos de supermercados, parques, e até em bosques e florestas, até mesmo passar noites sem dormir, enfrentar frio e calor extremos, neve e tempestades, são algumas das situações que trazem, segundo a aventureira, uma sensação deliciosa de paz interior.

os aventureiros dividindo com amigos o calor de uma fogueira

INSPIRAÇÃO

O contato com mais e mais pessoas diferentes que as viagens lhes proporcionam faz com que eles descubram um mundo melhor do que aquele mostrado pela imprensa, os faz descobrir que existem mais coisas boas do que más, que existe mais magia do que medo, traz inspiração para suas criações e os faz ir mais longe do que iriam se estivessem trancados em um escritório convencional.

PRESERVAÇÃO

O pouco espaço que eles tem agora os fez mudar seu estilo de vida, deixando de comprar e acumular uma porção de coisas, escolhendo melhor as roupas e outros itens de consumo e até mesmo armazenando menos comida e água e consequentemente reduzindo o desperdício, poupando recursos naturais e preservando a natureza.

O objetivo não era exatamente esse, mas a consequência é essa: Corey Smith e Emily King passaram a praticar a sustentabilidade.

SIGA O CASAL

Você pode acompanhar as aventuras desse simpático casal através de seu site cujo link está ali logo acima ou segui-los no Facebook. Talvez eles até lhe sirvam de inspiração...

Um comentário:

  1. pra ser realmente sustentável, tem q colocar no telhado alguns painéis fotovoltaicos, q vão lhes fornecer toda energia eletrica q precisam... alias faltou um artigo sobre isso

    ResponderExcluir

Dê a sua opinião.